Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Qual o sentido da vida?

Terça-feira, 15.10.13

 

Nascer, viver, e morrer. 

 

 

 

 

É este o ciclo de todos os seres vivos. Pelo menos o conhecido, pois muito se especula sobre o antes e o depois. 

Nascer, será mesmo o inicio de tudo? Ou será que já existia algo antes do nascer? E depois de morrer? Acaba tudo num buraco? Ou haverá algo mais? E as almas? Aliás, existirão almas? 

Acho que tudo isto nos faz tentar aproveitar ao máximo a parte do "viver" pois a parte do nascer já passou, mas a parte da morte continua um mistério... Há receio de que o paraiso tão falado na Bíblia não por lá esteja, há receio de que a morte seja realmente negra, embora tudo se faça para acreditar que se seguirá algo melhor.

O meu tio há uns tempos disse: "A morte é negra e calha a todos, mas quanto mais longe melhor pois até hoje, nunca ninguém voltou de lá..."

Assim sendo faz sentido o aproveitar a vida ao máximo mesmo, mas aproveitar de que modo? 

O que podemos nós fazer da nossa vida para que um dia quando chegar a nossa hora, possamos dizer a nós próprios um feliz "Sinto-me realizado!"???

 

Quer dizer, quando chegar a nossa hora duvido muito que algum de nós esteja feliz, mas pronto, adiante :)

 

Por vezes olho para trás e penso que ando a desperdiçar o meu tempo.

Trabalho é detestável mas necessário, as contas têm de ser pagas e para sobreviver, contas são necessárias.

Mas a vida pessoal deixa-me um bocado abalado. Tenho conseguido fazer algumas coisas de que gosto, mas também tenho feito coisas de que não gosto mas com as quais me conformo o que me irrita ainda mais.

E a relação com as pessoas pior... Dou por mim preocupado a pensar em pessoas que nem sequer me querem na vida delas, dou por mim a ralhar comigo próprio porque dei atenção a alguém que só se lembram de mim quando não está bem, sobre as quais anteriormente já teria prometido a mim mesmo que quando voltassem á procura encontrassem uma porta fechada. 

Acho que acabo por sentir uma espécie de "orgulho" por as pessoas se lembrarem de mim quando precisam, também me faz sentir útil, faz-me sentir que realmente posso ajudar alguém, por isso acabo por nunca fechar realmente a porta...

 

Secalhar a vida é isto mesmo, das dúvidas, escolher opções, dessas opções sai a nossa personalidade, e é essa personalidade que será lembrada pelas pessoas com quem tivemos o privilégio de conviver.

 

Que daqui a 10 anos cá esteja, e ao reler tudo isto, decidir se ainda concordo, ou se as coisas mudaram...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Madox às 23:43





mais sobre mim

foto do autor


Contador


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

pesquisar

Pesquisar no Blog  




comentários recentes

  • meialaranjainteira

    :) Porque não experimentas?Fica bem.

  • Madox

    Vou-te ser sincero, não tenho acompanhado nada dos...

  • meialaranjainteira

    Estou bem, a caminho de o ser... :) Se me visitare...

  • Madox

    Olá! Já acreditei muito, mas cada vez, acredito me...

  • meialaranjainteira

    Olá!Há-de ser diferente, um dia. Acredita!Fica bem...

  • Madox

    Bem, se é justo que começo por dividir homens e mu...

  • Anita Pardalita

    Antes de tecer qualquer outro comentário tenho de ...

  • Madox

    Não é necessáriamente confuso, mas continua a não ...

  • Teresa

    Parece confuso, mas não é.... Do meu ponto de vist...

  • Madox

    Pois, o fim, consegue-se imaginar, mas vá, realmen...